O tema saúde mental permeia todo o mês de outubro, trazendo discussões relevantes acerca do tema, também sendo um tópico importante de discussão no Fórum Econômico Mundial 2020, o qual concluiu que questões de saúde mental afetam uma em cada dez pessoas em todo o mundo, implicando para o setor empresarial perdas de 1 bilhão de dólares a nível mundial.  

Resultados de estudos como esse já tinham mostrado a necessidade de se considerar a saúde mental como uma preocupação para os negócios e de se criarem ferramentas que permitissem desenvolver ambientes de trabalho saudáveis, nos quais se possa tratar de forma adequada qualquer tipo de problema que venha a afetar todos os colaboradores, incluindo os que desempenham funções de direção. 

Com o advento da pandemia, as dificuldades relacionadas à saúde mental aumentarem a nível global, motivadas pelo impacto de emoções fortes, como o medo, tristeza ou ansiedade. Constantemente nos vemos com o pensamento focado em como o atual contexto vai impactar nas mais variadas áreas da nossa vida, portanto, manter a nossa própria saúde mental e bem-estar, assim como a da nossa comunidade, torna-se um desafio e uma prioridade.  
 

Segundo Paloma Lituânia, HR Business Partner do PageGroup: 

Sempre foi indispensável para o RH o olhar sobre as pessoas e o bem-estar como um todo, mas, como todos sabemos, a pandemia fortaleceu e ajudou essas equipes na implementação de ações para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores. Hoje, muitas empresas vêm aumentando e dando mais espaço para que HRBPs e demais áreas de RH tragam iniciativas, ferramentas e ações de saúde mental, pois perceberam que agora a prioridade é cuidar de tudo que envolve nosso ciclo vital, como o equilíbrio entre vida pessoal e trabalho, as relações interpessoais (com familiares, amigos e até mesmo os colegas de trabalho), saúde física, cuidado com as finanças, contato com a espiritualidade (que não envolve necessariamente religião) etc.

Mas existem várias coisas que podemos fazer para apoiar e gerir o nosso bem-estar. Tentar estabelecer uma base sólida para a saúde mental, mantendo uma rotina em torno dos horários de sono, ter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios ajudarão a reduzir os níveis de ansiedade, a regular melhor as emoções e a manter-nos calmos e positivos: 

Estabelecer um horário 

É muito importante criar rotinas e horários claros, sete dias por semana: acordar, vestir-se (não ficar de pijama, em caso de home office) e trabalhar, assegurando-se que também terá um tempo de descontração. As rotinas ajudam a gerir a ansiedade e adaptar-se mais rapidamente à diferentes situações. Separar o horário de trabalho de outras atividades lúdicas e trabalhar com intervalos claros ajudará a manter a clareza de pensamento. 

Mantenha suas atividades profissionais e pessoais sempre organizadas, de modo a conseguir geri-las corretamente.  

Manter-se saudável fisicamente 

A importância de comer bem, incluindo vegetais e frutas frescas em sua alimentação, aliada a um sono de qualidade, proporciona energia. O exercício pode ser também um redutor de estresse eficaz e aumenta a sensação de bem-estar. Existem muitas alternativas que podem te ajudar nesse âmbito, como aulas online e tutoriais de como fazer exercício em casa, além de caminhadas.  

Mindfulness 

As técnicas praticadas na meditação e mindfulness, como a respiração profunda e lenta, podem aliviar a depressão e ansiedade e melhorar competências como a memória e consciência, ajudando a baixar a pressão arterial e os níveis de cortisol (hormônio do estresse). 

Alguns aplicativos podem ajudá-lo nos dois tópicos acima:  

  • Headspace (disponível para iOS e Android, gratuito). 

É certo que a verdadeira felicidade está dentro de nós, mas será sempre positivo recorrer a ferramentas e apoios adequados para libertarmos o estresse do nosso dia a dia. A Headspace recorda-nos como e por que podemos ser felizes em cada momento e oferece cursos gratuitos orientados ao seu bem-estar, sobre saúde, autoconfiança ou gratidão. 

Por que você deve tê-lo: pode ajudá-lo a alcançar o equilíbrio mental. 

  • Nike Training Club (disponível para iOS e Android, gratuito). 

Está comprovado que o exercício físico ajuda a libertar a tensão e a melhorar o nível de concentração. Com esse aplicativo, você pode atualizar o seu plano de treino e planificar as suas rotinas de exercício, de acordo com os resultados que procura. Escolha os resultados que pretende e o nível de dificuldade e obterá um programa de quatro semanas, com fotografias, etapas, vídeos, temporizador e recompensas por cada rotina finalizada. 

Por que você deve tê-lo: permite otimizar o seu tempo de treino com programas eficientes e personalizados. 

Pedir ajuda 

Se ainda assim é difícil gerir a ansiedade, há organizações e empresas que dispõem de linhas de apoio que podem dar ajuda emocional, além do envolvimento dos responsáveis, membros do Board, equipes de RH, entre outras, que podem auxiliar a passar por essa situação de forma conjunta. Além disso, lembre-se que um profissional de saúde sempre é o mais recomendado para te ajudar.  

  
Acerca dessas dicas, Paloma acrescenta:  

De início, é importante que a pessoa se atente ao seu estado de humor e se faça algumas perguntas: no geral, está se sentindo feliz, preocupada, animada, estressada etc.? Como sua rotina tem lhe parecido? Você gosta de como o seu dia inicia, acontece e termina? E as pessoas com quem você se relaciona, são contatos agradáveis? Caso entenda que esse processo de autoconsciência e vigilância sobre suas emoções trouxe um sinal de que algo não vai bem, o próximo passo e entender quais são os gatilhos que podem trazer sentimentos negativos e o que fazer para mudá-los. A boa notícia é que ninguém está sozinho e não precisamos saber de tudo, por isso buscar ajuda de especialistas naquilo que precisamos mudar ou melhorar é essencial. Hoje existem diversas plataformas que podem apoiar a saúde como um todo, inclusive a mental. E mesmo que não se sinta confortável em buscar um profissional da saúde mental, como psiquiatra ou psicólogo, busque conversar com algum médico de outra especialidade que você já tenha confiança para dar início às conversas e ações de melhoria. O mais importante é dar o primeiro passo.

Venha trabalhar em uma empresa que se preocupa com o bem-estar e saúde mental de seus colaboradores! Cadastre seu CV aqui.

Cadastre seu currículo e aplique para outras vagas interessantes.

Join over 80,000 readers!
Receive free advice to help give you a competitive edge in your career.