"Em quantos anos teremos um mercado em que as pessoas entendem que interim é também um movimento de carreira para elas? Nós estamos fazendo uma conexão do mercado brasileiro com o que já existe nos países mais maduros e crescendo de maneira relevante", conta Maíra Campos à frente da operação de Page Interim no Brasil.

O temporário e as leis trabalhistas no Brasil

No início da operação de Page Interim em 2008, o mercado de profissionais interinos, mais conhecidos por temporários, era mais recorrente em estruturas operacionais e de pouca qualificação profissional. A legislação trabalhista até então era muito rígida e o mercado de trabalho bastante conservador. De um lado, as empresas tinham receio de contratar profissionais temporários e, do outro, os profissionais em se aventurar em projetos com tempo determinado para acabar.  

Ao longo desses anos, nosso papel ao longo tem sido de investir e participar da evolução na transformação das relações profissionais acompanhadas da flexibilização das leis trabalhistas. “Estamos diante de uma grande mudança. Percebemos a relação das atualizações das leis com a evolução do mercado”, diz Samanta Molina, Gerente de Recrutamento e Seleção da Page Interim. 

Respaldas por uma lei mais flexível, as empresas descobriram novas formas de contratar e já percebem reflexos disso em eficiência, produtividade e otimização de suas áreas e negócios.  

As demandas das empresas e o trabalho temporário

Page Interim é uma solução em recrutamento de temporários e terceiros contratada por empresas que têm necessidades pontuais e com escopo específico, como volume de entregas em curto espaço de tempo, demanda complementar, cobertura de férias ou período de licença,  

projetos de novas áreas ou produtos, implementação de sistemas e alta no varejo nas principais datas comerciais e fim de ano. 

Nosso histórico em Page Interim indica maior aderência à solução em empresas multinacionais e em brasileiras de médio e grande porte. De acordo com Maíra Campos, elas já perceberam que podem programar melhor seus orçamentos com essa solução, cumprindo com entregas especificas e transitórias sem inflar suas estruturas internas e fazendo contratações pontuais de acordo com as demandas de cada área.  

“A mensuração de resultados e performance do profissional no determinado período do trabalho temporário pode ser mais assertiva com a Page Interim, porque você tem a combinação de pessoa, projeto, objetivo de entrega e tempo bem definidos”, explica Maíra. 

 Neste momento em que estamos vivendo a pandemia da COVID-19, os setores em alta com posições em Page Interim são serviços financeiros, saúde e tecnologia. Outros setores cresceram muito no início da pandemia, como bens de consumo, produtos essenciais, farmacêutico, logística, fabricação de produtos e equipamentos de primeira necessidade, e-commerce e outros que se relacionam com a cadeia de demanda da crise. 

O perfil do profissional temporário

A oferta de posições em Page Interim abrange desde posições de suporte à gestão até C-Level. São profissionais que estão disponíveis no mercado, que buscam atualização salarial rápida por estarem com remuneração defasada, que o plano de carreira não está sendo cumprido, recém-formados, quem retornou de alguma experiência recente no exterior ou mesmo busca aceleração na carreira. 

“Apesar da cultura da ‘estabilidade’ do mercado de trabalho brasileiro, os profissionais que conhecem as oportunidades temporárias ficam muito interessados”, diz Maíra. Uma pesquisa recente sobre Page Interim apontou que 90% dos profissionais que não estavam familiarizados com o trabalho temporário passaram a fazer buscas ativas por novas oportunidades depois de conhecerem nossa divisão.  

Na opinião desses profissionais, as vantagens de desenvolver uma carreira em projetos temporários são de ter a chance de participar de vários projetos estimulantes em vez de passar muito tempo na mesma empresa fazendo a mesma coisa, de poder trabalhar naquilo que faz de melhor, aceitar trabalhos com oportunidades de reconhecimento maiores e poder escolher a empresa que quer estar sem o estigma de pular de um lugar para outro. 

Outro dado da mesma pesquisa indicou que 70% dos profissionais que passam pelos projetos temporários de Page Interim querem continuar em novas oportunidades. Os próprios candidatos têm demonstrado preferência em trabalhar por projetos com curta duração, pois não vislumbram mais uma carreira de 30 anos na mesma empresa. 

“Como melhores headhunters, em nossa entrevista por competências, nosso papel é entender o momento de vida e carreira do candidato para aliar ao momento da empresa e ao propósito do projeto. É importante falarmos mais sobre essas novas modalidades para os profissionais entenderem onde podem se encaixar”, explica Samanta Molina. 

Tendência que já é realidade

"A Page Interim tem uma história de protagonismo para contar, oferecendo uma solução para o trabalho do futuro desde 2008”, diz Maíra Campos. Como empresa de recrutamento e seleção global, sempre vimos potencial desse modelo de trabalho para o mercado brasileiro, que é bem sucedido na Europa, América do Norte e Austrália. Seguimos investindo nesse modelo de maneira pioneira no Brasil, apoiando empresas e candidatos a se adaptarem a ele. A atuação de Interim no PageGroup tem crescido de forma relevante, representando atualmente 22% de receita do grupo no Brasil.