Com a acelerada transformação digital dos negócios, seja em empresas que nasceram na esfera offline e que migraram para cenários digitais, com aplicativos ou sites, e, principalmente, em grande maioria, por empresas que já nasceram em uma operação 100% online, existe um nicho de profissão que é extremamente importante e demandado: a carreira em produtos. Segundo Daniel Winograd, Consultor Sênior de recrutamento para Digital e Varejo na Michael Page: 

Dentro de produtos digitais, sem dúvidas o Product Manager hoje é o perfil que apresentou maior crescimento nos últimos 6 meses, muito devido ao processo de digitalização das empresas.

Mas o que faz um profissional de produto digital? Esse profissional surgiu por uma demanda recente do mercado, e é responsável pela união do negócio com a tecnologia. Ele entende as necessidades do primeiro, como suas estratégias, construção, desenvolvimento, testagens, viabilidades financeiras, tecnológicas e comerciais, além de conseguir fazer a ponte entre esses pontos com o time de execução de tecnologia, para viabilizar todo esse conceito e sua aplicação na esfera de aplicativos, sites e plataformas. 


Perfil do profissional de produtos digitais 
 

Esse profissional que precisa entender o porquê dessas diretrizes estarem sendo demandadas, que tenha um bom perfil relacional para discutir com os stakeholders – que, de modo geral, são os responsáveis pela direção estratégica, marketing & comercial da empresa –, e que ao mesmo tempo tenha excelente afinidade com tecnologia, pois vai ser o responsável por traduzir todas essas demandas ao time, o qual muitas vezes está organizado em “tribos” ou “squads” de engenheiros, desenvolvedores, pesquisadores, designs e tech lead. 


Em seu escopo, esse profissional tem como atribuições o discovery, recovery, testagens A/B, atuação com metodologia ágeis (principalmente Scrum e Kanban), MVPs, gestão por OKRs e bom relacionamento interpessoal. 


Hoje não existe uma graduação específica para esse profissional, porém existem algumas instituições muito sólidas no mercado que já tem cursos específicos para você se tornar um profissional de produto, que inclusive utiliza mentores, ou seja, profissionais já consolidados atuando na formação desse profissional, auxiliando também na construção do networking do mentorado, o que pode ajudar a inseri-lo no mercado profissional após sua formação. 


Já existem muitos profissionais que não começaram a carreira nessa área e que estão realizando um alto volume de migração. Profissionais com formação muitas vezes em Administração, Marketing, Publicidade Ciência da Computação e Engenharia, que iniciaram a carreira em outras áreas, geralmente muito focada em negócios, se capacitaram tecnicamente e realizaram essa migração. 

Funções de um profissional de produtos digitais 


 
O profissional em produtos é a ligação entre a experiência de usuário (UX), o desenvolvimento e o negócio. De maneira geral, esse cargo atua na busca por um produto, faz testagens, entende se é aderente ao mercado, se é viável tecnologicamente, e qual a melhor forma de monetizá-lo. 


Ele é intrinsicamente responsável pelo sucesso da empresa, pois assegura que essa se importa com uma necessidade real do usuário, e possui um time que busca soluções viáveis e que se conectem com o negócio.  
 

Tendências para o mercado de produtos digitais 


No mercado nacional, as empresas ainda estão agregando esse profissional às suas equipes e entendendo a sua importância. A expectativa é que esses sejam cada dia mais procurados e disputados.  

O mercado está aquecido, mas existem muitas vagas e faltam profissionais qualificados. Inclusive, uma grande dificuldade das empresas brasileiras está em atrair esses talentos, pois players internacionais buscam profissionais no Brasil para atuação 100% remota, recebendo em moeda estrangeira. Daniel Winograd comenta:

É a lei da oferta e da procura. O mercado está com alta valorização em termos de remuneração para esse profissional devido ao cenário de alta competição por talentos, não restritos somente ao mercado nacional, internacionalmente também. 


Pensando em carreira, o profissional possui uma linha de carreira muito bem desenhada. A escadinha é: Product Owner, Product Manager, Group Product Manager, Head de Produto e CPO. Podendo, na ultima etapa, ter remuneração acima de R$ 35.000,00 e com um robusto pacote de stock options da empresa. 
 
De modo geral, essa profissão é uma ótima opção para quem tem interesse nesse nicho de mercado, com salários atrativos e tendência de crescimento ao longo dos anos. 

Confira aqui as vagas abertas em Marketing. 

Recrute para Marketing aqui

Join over 80,000 readers!
Receive free advice to help give you a competitive edge in your career.