Se você está envolvido em uma longa busca por emprego, pode ser fácil cair em alguns hábitos ruins. Especialmente se está atualmente desempregado e teve algumas conturbações pelo caminho, cair em padrões improdutivos de procura de emprego torna-se um risco.  
 

 Juliana França, Gerente Sr. da Page Personnel e Michael Page, comenta: 

A falta de preparo é um erro comum em entrevistas. Não ler sobre a empresa, cargo e habilidades, não utilizar a linguagem adequada; todos esses são descuidos atrelados à falta de preparo e que podem levar o candidato a uma experiência negativa.

Com medo da rejeição e em uma busca aparentemente interminável por um emprego, muitos candidatos podem perder de vista seus objetivos e parar de seguir em frente em seus esforços para encontrar a posição ideal. Se você está procurando um emprego, verifique se não caiu nestes sete maus hábitos comuns: 

Você sempre usa o mesmo currículo 

Quando você envia seu currículo de forma consistente para diferentes organizações, pode ser muito tentador enviar sempre o mesmo currículo. Embora seu currículo sempre seja bastante semelhante, é importante adaptá-lo a cada nova aplicação. Obviamente, você deve sempre ser sincero, mas deve certificar-se de que seu currículo destaque as habilidades e experiências mais relevantes para a função em questão. 
 
Juliana explica: 

Sempre atualize seu currículo a cada nova oportunidade, cargo, mudança de nível de idioma, realização de curso relevante. Não pense por tempo, mas por atualização, coisas que fazem a diferença. Ter o CV que reflita a realidade do seu nível técnico, comportamental, que se atente a datas, é fundamental.

Você perdeu de vista seu objetivo 

Pode ser tentador se candidatar a tudo e qualquer coisa que seja vagamente relevante para o seu conjunto de habilidades, mas essa abordagem desfocada pode ser improdutiva. Reavalie sua visão definitiva de carreira; o que você quer de uma função e o que, por sua vez, você pode oferecer? Considere sua combinação única de habilidades e experiência e pense sobre o tipo de função que o deixa animado. Certifique-se de que está se candidatando a funções que sejam realmente adequadas para o seu conjunto de habilidades e que você realmente deseja obter. 

Sua abordagem é repetitiva 

Não fique preso a uma rotina quando se trata de sua procura de emprego, voltando aos mesmos velhos canais dia após dia. Lance sua rede um pouco mais longe e adote novos métodos e recursos para buscar oportunidades. Por exemplo, não confie apenas em site de empregos, pergunte e pesquise online por diferentes lugares para acessar as vagas. Não se esqueça das mídias sociais, já que muitas organizações agora anunciam vagas por meio do Twitter e LinkedIn. 

Você não se preocupa em acompanhar 

Se você estiver usando uma agência de recrutamento, toda a sua comunicação deve ser canalizada por meio do seu consultor de recrutamento. Sempre que possível, eles serão capazes de rastrear feedbacks sobre o andamento da vaga. No entanto, se você mesmo estiver se candidatando a vários empregos diferentes, pode ser complicado manter a organização e fazer o acompanhamento após a fase de entrevista. 

Se você já teve uma entrevista, é perfeitamente razoável fazer um acompanhamento educado com o possível empregador - pois isso pode mostrar que você está entusiasmado com o cargo. Não estamos sugerindo que você bombardeie uma pessoa com ligações e e-mails, mas obter feedback sempre que possível pode ser uma parte importante para aprimorar sua técnica de entrevista. 
 
Um dos motivos que observamos para a falta de acompanhamento por parte dos candidatos é o receio de um feedback negativo. Mas Juliana reflete:  

“O candidato precisa tratar o feedback como um presente. O ponto de vista do que o entrevistador ou gestor percebeu na entrevista pode te auxiliar a melhorar. Além disso, é importante dizer que o candidato não É o feedback que recebe, mas ESTÁ. Ou seja, se você recebeu um feedback falando sobre uma má comunicação, significa que naquele momento, para aquela entrevista, se comportou daquela forma. Portanto, resta saber os motivos, e procurar eliminá-los para próximas oportunidades.” 

Você perdeu sua confiança 

Se você sofreu algumas rejeições ao longo do caminho, pode ser difícil não ficar desanimado. Sua confiança pode ter sofrido um golpe, o que, por sua vez, pode estar afetando seu desempenho nas entrevistas. Lembre-se de que, em um mercado competitivo, pode haver outros fatores externos em jogo, fazendo com que você perca uma oportunidade. Por exemplo, alguém com um pouco mais de experiência pode ter aparecido, o que não reflete em seu desempenho. Tente manter uma perspectiva positiva e confiante - será perceptível para o empregador. 

Você não se prepara para entrevistas 

Se você está garantindo muitas entrevistas, então obviamente está enviando candidaturas fortes. Portanto, não deixe de se preparar totalmente para cada um deles. Uma boa preparação pode fazer toda a diferença na sua entrevista e diferenciá-lo da concorrência. Pesquise completamente a organização para a qual você está entrevistando, pense sobre como sua experiência se relaciona diretamente a eles e prepare algumas respostas para possíveis perguntas. 

Para começar a colocar essas sugestões em prática, se candidate à vaga ideal para você aqui

Join over 80,000 readers!
Receive free advice to help give you a competitive edge in your career.