A transferência de conhecimentos entre colaboradores, principalmente de profissionais mais seniores para outros em crescimento de carreira, é um componente essencial do sucesso de uma organização. Uma das melhores formas de fazê-la é através de um programa de mentoria, em que colaboradores com mais experiência podem compartilhar e orientar novos talentos. Esse tipo de programa não só é benéfico para o mentorado, como também para a empresa como um todo.   

Sergio Margosian, Associate Partner da Page Executive, complementa:  

A mentoria é frequentemente segmentada em três tópicos: identificação da competência a ser desenvolvida ou aprimorada, escolha de um mentor adequado ao tema e uma proposta de fórmula de evolução a partir de critérios estabelecidos pela empresa. Mas ela vai muito além de um passo a passo unidirecional. Existe uma transferência que abrange todos os envolvidos: o mentor, o mentorado e a empresa.

Apresentamos abaixo as vantagens que a mentoria oferece para diferentes componentes de uma organização: 

O que o colaborador obtém do mentor?  

Ter um mentor pode ajudar um profissional encontrar o seu caminho dentro da empresa. O mentor o ensina as técnicas utilizadas e mostra-lhe como trabalhar com métodos de uma forma que permita a aplicação imediata. Oferece comentários constantes e apresenta-o aos seus próprios contatos. Isso é particularmente útil para o mentorado, pois expande significativamente a sua rede e aumenta a sua capacidade para ter um bom desempenho a longo prazo. 

Você já viu o nosso artigo sobre networking? Confira nossas dicas sobre como realizá-lo aqui.

E para o mentor? Por que trabalhar com essa ferramenta? 

Embora o mentor esteja incumbido de passar seus conhecimentos, o aluno também pode ensinar o professor. O mentorado pode ajudar o colega mais experiente a aprender coisas novas sobre a sua função. Se ele trabalhou num departamento diferente, o mentor ganha uma visão privilegiada do funcionamento interno desse.  

Juliana Ribeiro, Gerente Sênior da Page Personnel, ainda explica:  

É uma troca muito rica, pois o mentor acaba entendendo o trabalho de pontos de vista diferentes, levando em conta que, mesmo uma pessoa com um nível de experiência menor, pode ter visões ampliadas sobre determinados assuntos, que passam despercebidos por mãos experientes.  Isso enriquece todo âmbito corporativo e essa relação diminui o espaço entre gerações.

Como a empresa se beneficia? 

Quando a formação é dada por um profissional que já trabalhou na organização durante vários anos, a empresa pode poupar o custo e tempo necessários à realização de treinamentos e capacitações com terceiros. A mentoria facilita a transferência de conhecimentos e assegura que informações não serão perdidas quando novos talentos eventualmente assumirem as funções. O processo também torna mais fácil a retenção de novos colaboradores ou transferência de profissionais para novos departamentos. Independentemente do ponto de vista, a mentoria é benéfica para todos os envolvidos e contribui grandemente para o sucesso contínuo de uma empresa. 

Segundo Sergio Margosian:  

A mentoria é uma maneira excepcional de construir relações de confiança dentro de uma empresa. Não é uma prática entre líder e liderado, mas uma troca mútua que inclui os saberes que a experiência empírica do mentor pode compartilhar com as novas perspectivas de mercado que traz um novo contratado. É um contato leve, que fortalece o entendimento de cultura da empresa.

O processo de mentoria vem se consolidando cada vez mais como prática de desenvolvimento de pessoas, economia de custos e tempo, além de ser uma ótima maneira de conduzir uma equipe.  

Deseja conhecer mais conteúdos como esse? Clique aqui.  
Clique aqui para conhecer as vagas abertas na área de RH.
Join over 80,000 readers!
Receive free advice to help give you a competitive edge in your career.