Cerca de um ano e meio após o início da pandemia (março de 2020), notamos que nossos clientes se adaptaram a uma dinâmica de trabalho inédita e que inaugura uma nova etapa no mercado de trabalho no Brasil e no mundo. Nesse cenário, a área de finanças, que geralmente carrega dados estratégicos para tomada de decisões das empresas, foi uma das mais demandadas em Page Interim, unidade de negócios do PageGroup que trata da contratação de temporários e terceiros. 

Essa nova dinâmica de trabalho, viabilizada pelo uso de ferramentas em nuvem, implementação de sistemas de comunicação online e a migração para o acesso remoto e digitalização dos negócios, permitiu que as empresas voltassem a contratar em 2021 com uma exigência maior pela expertise técnica dos profissionais. 

No mercado de trabalho para temporários e terceiros essa realidade não foi diferente: Até setembro de 2021, nosso volume de contratações aumentou cerca de 120% em relação ao mesmo período em 2020, destacando-se nessa onda de contratações os segmentos de Bens de Consumo, Serviços Financeiros e Tecnologia. 

Motivos para as contratações 

Das duas modalidades de contratos que atendemos (temporários e terceiros), nossa composição de folha demonstra um volume maior de contratações para estes em relação àqueles, observando uma proporção de cerca de 70% para 30%, respectivamente.  

Matteus Zanetti, Consultor para Finance & Legal na Page Interim, elucida as diferenças de ambos os contratos:  

O contrato temporário é aquele destinado à hipóteses legais como “demanda complementar” ou “substituição de pessoal” e a vigência máxima é de 180 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias (prazo máximo de 270 dias). Já o terceiro se destina a qualquer atividade da empresa tomadora/cliente, inclusive sua atividade principal; nessa modalidade, o contrato é de prazo indeterminado, seguindo o formato previsto na CLT.

Especificamente sobre vagas temporárias, a lei impõe que a justificativa da contratação seja clara e bem determinada. Nessa modalidade, os motivos mais conhecidos são: cobertura de licença maternidade, ausência legal/férias ou projetos pontuais. No entanto, para o mercado de finanças, nos deparamos com vários tipos de necessidade e aqui destacamos algumas: 

  • Melhoria contínua de processos e fluxos de faturamento; 
  • Projetos de expansão de vendas (abertura de novas filiais); 
  • Implementação e/ou melhoria de sistemas ERP; 
  • Reconciliações contábeis e fiscais; 
  • Fechamento e reporte à CVM. 

Devido ao impacto da pandemia, as razões para contratações de temporários saíram do tradicional e agora apresentam, tanto para as empresas quanto para os profissionais, novas possibilidades de acesso ao mercado e com o mesmo impacto de experiência técnica promovida pelas vagas efetivas. Zanetti ainda comenta: 

Momentos de crise sempre geram pressão sobre a área financeira e empresas de todos os setores começam a se movimentar para se adequar a uma nova realidade: redução de custos, renegociação de dívidas e reajuste com fornecedores, reformulação do fluxo de caixa, entre outras.

Posições mais demandas 

Diante de tantas mudanças e um cenário que demanda rápida adaptação, algumas especialidades da área financeira se destacaram nesse período de retomada do mercado de trabalho, assim como novas oportunidades de coordenação e liderança. As médias salariais de 80% das vagas giram em torno de 8 mil reais. Entre as principais áreas, podemos destacar: 

  • Contabilidade 

Posição mais demandas em razão dos processos de conciliações e reconciliações; fechamento contábil e reporte à CVM, devido à alta de empresas que realizaram processo de IPO (abertura de capital na bolsa de valores para captação de recursos). 

  • Fiscal 

Segunda especialidade mais demandada em razão dos picos de demanda nos processos de faturamento e apuração precisa de impostos. Destacou-se também o profissional de planejamento tributário para investigar melhores oportunidades fiscais dado o cenário de crise. 

• Planejamento Financeiro (FP&A) 

 A área de controladoria, geralmente responsável também pelo planejamento financeiro, foi bastante exigida para adequar a base orçamentária da empresa em busca de um cenário financeiro mais sustentável frente a crise e com um olhar mais crítico para custos. 

  • Compliance 

O biênio 2020/2021 foi recorde em abertura de processos de IPO. Nesse cenário, o profissional de Compliance ou Controles Internos foi demandado com a finalidade de elaborar novas políticas e adaptar os processos internos para captação de recursos via abertura de capital na bolsa. 

Tendência e realidade 

Esse é um breve recorte de mercado para área de finanças, mas que confirma uma realidade de aumento nas contratações. Essa realidade se deve, entre outros motivos, pelas necessidades impostas às empresas e o interesse das mesmas na rápida adaptação a um novo modelo de trabalho. 

Diante do impacto econômico causado pela pandemia, nossos clientes se depararam com um cenário de muita demanda e pouca de mão de obra. Daí a questão: como atender esses jobs de forma qualificada e com rápidas contratações? 

É esse tipo de questionamento que a Page Interim busca solucionar, apresentando ao mercado profissionais com sólida expertise técnica e que podem rapidamente se inserir na demanda e apoiar na resolução de um determinado problema, como as motivações expostas anteriormente, por exemplo. 

O aumento de contratações temporárias e terceiras não é arbitrária e encontra respaldo nas demandas que atendemos no último um ano e meio. Como consultoria, esperamos que esses números aumentem no próximo trimestre e se consolidem em 2022. 

Conheça a vaga em serviços Financeiros e Tributários ideal para você aqui. 
Precisa contratar terceiros e temporários? Entre em contato conosco aqui.  

Escrito por: Matteus Zanetti

Join over 80,000 readers!
Receive free advice to help give you a competitive edge in your career.